Quero ser breve.

Muita gente passa a vida tentando compreender ou reproduzir o amor incondicional. A gente está tão acostumando com a expressão que deixa de pensar o que é que significa. Se tem um verbo que anda grudado com ele é o verbo “dar”. Amor incondicional só existe de maneira transitória. De um momento a outro, de um estado a outro ou de uma pessoa a outra.

Parece que não, mas é muito simples: incondicional é sem condição, sem restrição. Ou seja, se para sentir amor eu tenho que estar em um determinado lugar, então pode que não seja amor. Se eu só posso dar amor se eu estou perto de determinada pessoa então, eu posso ter amor, mas eu não sou o amor. Se, eu só sei dar amor quando é para alguém que eu goste então pode ser amor, porém, não será incondicional.

As conjunções que denotam que algo não é incondicional são: quando, se, somente, apenas, onde, no qual, na qual, só, etc…

Amor incondicional é assim de simples: se você colocar qualquer condição diante, então você não o produz.

Anúncios